Posts com Tag ‘Paris’

Março é o “mês” da mulher. Desde a revolução feminista (segunda onda), as mulheres têm ganhado cada vez mais espaço no mercado de trabalho, galgando altos postos, mais direitos e também mais responsabilidades. Esse marco histórico abriu espaço para as mulheres da chamada geração X (décadas de 60-80) enfrentar barreiras e conquistar estes campos, antes dominados pelos homens. A ombreira e o terninho foram adotados na tentativa de trazer seriedade, poder e profissionalismo para elas. Daí veio a geração Y (década de 80), que vivenciou o surgimento da internet, das redes sociais, do rompimento de fronteiras globais, marcada pela ambição e pelas possibilidades reais de subir rapidamente na carreira, deixando o mercado de trabalho muito mais dinâmico, muito mais veloz, e a informação, inclusive de moda, começou a se disseminar.

Hoje, gerações X e Y, ambas no mercado de trabalho, são as principais consumidoras das grandes marcas de luxo no universo fashion. E é a elas a quem a moda tem se dirigido nas suas recentes criações e tendências: o Office Vibe. Chega de se igualar ao homem na forma de se vestir para o trabalho. Dá para tornar a roupa de escritório mais feminina? E daí que milhares de estilistas buscam reinventar a camisa social, a alfaiataria, o colete, o blazer. O desfile do Viktor & Rolf (coleção Spring/Summer 2011), em Paris, foi um (dos tantos!) que buscou brincar com este conceito.

A "working girl" é tema dos principais editoriais de moda pelo mundo

E você achando que a camisa social (que tem transitado entre o look do trabalho e da festa) é tendencinha de verão?! Tsc! A camisa é apenas um expoente de toda essa macro-tendência! 

Camisa social em alta - tá se usando até com shortinho.

Mas daí vêm as gerações Z (década de 90) e Alpha (2010 em diante). Os dispositivos móveis, a conexão 24/7, sobrecarga de informação, mais trabalho, mais consumo. Como será a moda para essas gerações? Certamente, ainda mais flexível. Muitas referências serão incorporadas à “roupa do escritório”, bem como o office vibe invadirá a praia e a balada. Isso é o que já estamos vivenciando, ainda engatinhando, mas em breve será disseminado e aceito naturalmente por grande parte da sociedade. É o que já vimos no post sobre o novo jeans, que pode ir até ao escritório, ou no post sobre o blazer que vai à praia. Num mundo onde o escritório está na palma da sua mão (o espaço físico perde a relevância), e a sua disponibilidade é total, estar “pronta” é lei. E esse estar pronta passa a ser flexibilizado: chega de excessos de formalismos, mas também, chega de excessos de informalismo em outras diversas ocasiões da vida. 

Camisa jeans no escritório, já pode?

E para homenagear essas gerações de mulheres que vêm marcando mudanças em diversas áreas do conhecimento, o prêmio Barra Mulher 2011 aconteceu essa semana no Shopping Barra (Salvador), homenageando mulheres baianas de destaque, seja na área jurídica, na moda, nos esportes, no jornalismo, enfim, em diversas áreas, cada uma com a sua contribuição para a sociedade.

Troféu Barra Mulher 2011, criado por Evannez Python. Imagem: Débora Paes

Homenageadas Barra Mulher 2011. Imagem: Débora Paes.

Parabéns para elas! Parabéns para nós!

Decote fenda, vermelho e preto, lace-up boots continuam em alta. Vamos agora conferir as novidades da semana de moda de Paris, algumas que vcs já devem ter conferido por aí pela blogosfera, outras não:

1. Manga Casulo

Li na Glorinha Kalil que esse tipo de manga chama casulo. Está super em alta. E amor próprio deve estar super em baixa.

2. Faixa lateral

Na calça, na saia, na blusa, no vestido.

3. Bolsa bola

4. “Nova forma” de carregar a bolsa

Inconsciente coletivo who? Não sei vocês, mas acho que isso tá mais para consciente [comercialmente] estratégico.

5. Calça Branca

6. Python

Ano vai, ano vem, e a estampa de cobrinha continua tentando dar o bote na de oncinha.

7. Azul e preto

Teve vermelho e preto também, mas o azul e preto ganha destaque nessa fashion week. Bem inverno.

Sempre de olho no Guia JeansWear, nas novidades apresentadas pelos bureaus de tendências e nas self-cool-huntings 😛 , me deparei com as tendências apresentadas para o jeans do verão 2012. Efeito manchado, pesado, vintage, patchwork, militar inspired, desbotados continuam em alta. Aquilo que a gente já tem no armário ou variações que a gente não precisa ter. E camisa jeans, pra quem está todo dia pesquisando moda, vendo fotos e mais fotos de desfiles, campanhas, revistas, já não encanta mais.

Até que vem a revista Flare de janeiro e traz essa capa com 3 modeletes vestindo uma camisa jeans digna de wishlist! Que feitiço é esse?

Analisando novamente as listas de tendências futuras para o jeanswear, dá para filtrar alguns pontos novos como: jeans escuro e sem lavagem; a “Leveza Total” representando um “espírito chique, com cambraias feitas de fios ultrafinos e misturas de seda que realçam a feminilidade de vestidões e tops leves”; o workwear inspired, enfim. Informações que nos permitem retornar o olhar para a capa da Flare e visualizar certo grau de sofisticação naquelas camisas!

Angelo Marani (NYFW S/S 11)

Cèline (Paris S/S 11)

Para complementar, a Ralph Lauren vai lançar em julho uma linha denim de luxo! De trenchcoats a uma releitura do smoking, a coleção é a ratificação de que o denim sobe de patamar, o que lhe permite freqüentar ocasiões e ambientes que antes pareciam inadequados.

Mas sem exageros! Ainda há uma linha tênue entre o que pode e o que não pode em termos de jeans. O jeans vai poder ir ao escritório? E a uma festinha mais formal? Talvez. E sempre fica a ressalva: “mas que tipo de escritório? E que tipo de festinha mais formal?”. Isso significa que haverá ainda certa dificuldade na sua aceitação. O que existe é uma vontade de sofisticar o jeans. Se essa vontade for confirmada através de muitos (muitos, muitos) seguidores, a tendência é a maior aceitabilidade e usabilidade deste novo conceito.

Derek Lam (NYFW S/S 11)

Stella McCartney (Paris S/S 11)

Just Cavalli (Milão S/S 11)

Em todo o caso, subindo o dresscode ou não, está aí uma opção bem interessante para o jeans nosso de cada dia!

DSquared2, Roberto Cavalli e Iceberg (Milão S/S 11)

Semana de moda de alta-costura em Paris é sempre regada de muito glamour, e esta não foi diferente. Não à toa, costumo classificar as tendências dessa fashion week como tendências de festona, já que não dá pra desperdiçar tanto luxo nos Sertanejos de quinta-feira. Essas tendências de festona para o inverno 2010 (deles!) ditadas pelas passarelas parisienses certamente embarcarão aqui no nosso inverno 2011, ou serão antecipadas para o verão com boas adaptações, como temos visto com freqüência, já que a globalização da moda + velocidade da internet (e blogs com especial contribuição) têm acelerado os must-haves all around the world, pouco importando se é verão, inverno, ou outra estação indefinida da vida (Salvador, é claro).

Tem uma festona pra ir? Então já fica ligada nas tendências pra se atualizar:

1. Tailleur

Não é de hoje que o tailleur aparece na alta costura, principalmente na Chanel (vide a última coleção de primavera onde a aposta foi no tailleur com bermudinha). Mas desta vez, além da própria Chanel encabeçar a lista, outros estilistas embarcaram na confecção deste conjuntinho sempre elegante, muitas vezes na tentativa de deixá-lo mais atualizado ou ainda mais elegante (como no modelo do Elie Saab), seja utilizando um novo tipo de material que não o clássico tweed (Gaultier apostou no couro), seja reinventando o casaquinho com o uso de uma gola capuz (Armani), ou até mesmo adaptando-o na tendência cropped (como foi visto em alguns looks da Chanel). Acho chic.

 

2. Renda Chantilly

É uma renda muito nobre, bordada sobre o tule. O caimento fica belíssimo, digno de alta-costura.

 

3. Degradê

O degradê é uma tendência que vem ganhando força, e com a exposição na Haute Couture de Paris vai se espalhar para o mundo. Anota aí.

 

4. Macro-detalhes nos ombros

São “detalhes” que dão o charme aos vestidóns. E já que os ombros têm sido o foco da moda (ombreiras, ombros estruturados e decorados etc.), a reinvenção veio em forma de aplique para valorizar a região.

 

5. Barroco Urbano

Aposta da WGSN como tendência de moda, o Barroco Urbano que brilhou na última coleção desenhada por McQueen, ganhou ainda mais força nesta semana de moda de Paris. Ares de tapeçaria, decoração e império reinam soberanos.

Elie Saab, Chanel, Givenchy

 
– Paleta de Cores

Tons Neutros

 

Metálicos

 
Vermelho

Imagens e referências:

A alta-costura sempre esteve associada à “ditadura da moda”, quando a supremacia dos costureiros de luxo ditava o que era moda e o que não era, o que podia ou não podia usar, o in e o out! Porém, mesmo num período de aparente democracia da moda, as temporadas de alta-costura ainda exercem forte influência sobre o que as pessoas tenderão a usar na próxima temporada, o que servirá de inspiração para o mundo, e, por fim, o que vai para o nosso guarda-roupa mesmo que adquirido numa fast-fashion da esquina.

Vamos então à listinha preciosa de tendências da haute couture:

1. Esferas (apareceram tb no SPFW!)

Não é tacha, não é bordado.. é uma pedraria esférica aplicada à roupa/acessórios! É estranho, é peculiar, mas tá todo mundo desfilando esferas por aí! (clica pra ver maior)

2. Macacão de festa

Coisa mais absurda de linda os macacões festivos, em especial os brilhantes de Givenchy. Pra arrasar e ousar em grandes eventos!

3. Segunda-pele bordada com pedraria (também no SPFW)

4. Tailleur com bermudinha

Bombou demais no desfile da Chanel, de todas as cores, de todas as texturas, de todos os jeitos.

5. Ankle boots curtinhas (tendência Fashion Rio)

6. Bota branca

Esboçou o ar da graça no Jean Paul Gaultier, e floriu a passarela da Dior. Fato é que bota branca sempre foi um tabu, em especial pra nossa musa Glorinha Kalil.  Mas se ela começou a aparecer, é sinal de que pode voltar a ser assimilada e.. usada! Foi assim com as ombreiras, provavelmente será assim com a bota branca. E viva o paquitismo!

7.  Guerrilha (ampliando a tendência militarismo do SPFW)

Em Paris deu de tudo: militar, combatente ferida, guerreira espacial, faroeste, cangaceira e armaduras em geral.

8. Meias decoradas (tendência Fashion Rio/ SPFW)

Tendência-mundo, na verdade. Vai bombar!

9. Futurismo

10. Tropicalismo

Os Lilian Paccers já batizaram a passarela de Gaultier desta temporada de “Cangaço Chic”! Mas não é só isso: há cangaço, há bananeira, há Carmem Miranda (também na Givenchy), e há acessórios rústicos de palha, franjas de camurça, tamancos, bem juninos na coleção de Primavera Ready-to-wear da Miu-miu, Manolo Blahnick, da própria Chanel, Missoni, Raulph Lauren, LV, Stella McCartney dentre outros tantos que apostaram na tendência tropicaliente.

–> Bônus: Esmalte prata cromado

Porque já é tradição os esmaltes chanel influenciarem a cor do seu próximo vidrinho da Big Universo! Para aderir à tendência antes: ótimo post do [F]utilidade Feminina de um prata cromado DIY.

Referências e imagens:

Style, FashionisingLilian Pacce, Petiscos