Posts com Tag ‘Ouro’

Beauté de Ouro

Publicado: março 29, 2011 em Make-up
Tags:, , , , , , ,

Não é de hoje que o douradão está em alta no mundo da moda! Daí que essa semana recebi essa caixinha dourada reluzente que ofuscou a minha visão. Trend alert?

Caixinha dourada da Avon. É muito ouro!!

Era a apresentação promocional da nova coleção de maquiagem Ouro 24k da Avon. Como também já sabemos, tendências são transcendentes, não se limitando às roupas, na maioria das vezes. Veja o caso do nude, veja o caso dos perfumes, e agora também na maquiagem! O ouro do fashion world invadiu o beauty world.

Coleção Ouro 24k

Batom golden pink e o gloss de ouro!

Quarteto de sombras ouro cintilantes

Pra se cobrir de ouro!

Aqui no blog tem as tendências das principais fashion weeks pelo mundo, e as principais do Brasil, e até as de vestidos de noivas, mas, de todas, a que eu mais gostei de analisar foi essa desse post aqui: o Barra Fashion Mall! Tendências da minha terra, com desfiles que eu vi ao vivo, tive acesso aos releases, enfim, não poderia ser mais perfeito!

Então você baiana que quer saber o que já está bombando nas araras das lojas de Salvador para se preparar para o verão (ou melhor, pra usar djá, que o verão já chegou por aqui), ou você turista que quer saber o que vai estar em alta na terra do axé, ou você leitora do mundo jet setter que adora saber uma novidade, se liguem nas tendências mais quentes:

1. Volume

Se vc cansou da silhueta apertadinha com aquela bolsinha apertadinha, sapatinho meia pata apertadinho, pra chegar na Just 1 ou na club Ego e tentar arriscar sem sucesso alguns passinhos de dança, já pode respirar aliviada! Está chegando como alternativa uma modinha mais solta, mais volumosa, de silhueta mais confortável, seja nas sainhas, seja na parte de cima, seja no vestido como um todo!

E essa tendência do volume traz também o efeito 3D, que é essa parte de pano que salta da roupa, seja babadinho, seja em formato mais estruturado/arquitetônico, seja o floral 3D. Acho bem moderno, apesar de que sair toda trabalhada no volume é meio arriscado e quebra bastante a feminilidade do look. Mas um pouquinho de volume faz super bem se localizado em regiões estratégicas! ;o)

2. Assimetria

A modinha de um ombro só está nas alturas, pode se apegar a ela! Mas não só de um ombro se vive a assimetria, e os vestidos de cortes irregulares também entram na onda! Esse vestido estilo o da Mari Weickert (Alphorria) vai brilhar nas festonas noturnas de verão.

3. Transparências

E o desfile coletivo da Vivire heim? Todo na tendência das transparências, do jogo do mostra-esconde que fica perfeito em se tratando de praia, quando mostrar o biquini está liberado geral (diferente de mostrar a lingerie né?). Mas quando não se está na praia, vale apostar na não-transparência, usando a peça fina por cima das roupas como uma “capinha” ou dando um efeito sombreado. Assim, a transparência vai até o vestido de festa (Fábio Sande) evidenciando o não óbvio.

4. Cintura alta

Continua forte. Não só nas saias, mas também nos shorts e biquinis, sempre curtos, bem verão.

5. Desenhos geométricos

É a estampa da vez! Floral está sempre em alta, principalmente na primavera-verão, mas pra ficar com cara de século XXI, embarque na geometria. Misturar estampas geométricas então… é informação de moda das boas para o seu look!

6. Foco nos colares

Os colares neste verão serão extensão da roupa, muitas vezes atraindo o foco para si. Quanto mais pedras, quanto mais voltas, quanto mais colares, e aí, de quebra, vc já pode até virar baiana do acarajé ! Hehe ;D

Mas, vejamos, olha que riqueza esses modelos abaixo, e olha que diferenciado esse colar com efeito de renda da Nina! E o mais atual são as jewel-encrusted clothing, que são aquelas roupas que já dão o efeito de colar ou outras jóias costuradas na própria peça! É super tendência e foi aposta da Alphorria e do estilista baiano Fábio Sande. Muito glamour!

7. Macacão

Desde o verão passado que a tendência vem se fortalecendo, e agora está mais fácil achar macacões ou macaquinhos dos mais diversos modelos por aqui. E os dessa vez são mais soltinhos, seguindo a tendência da silhueta solta, com pantalonas, gancho baixo, ou efeito “blusê” na parte de cima. Macacão é tudo de bom no verão!

Querem saber mais? Na coletiva de imprensa do Barra Fashion Mall, a estilista da Alphorria, Edna Thibau, “largou o doce” de mais algumas tendências boas deste verão:

8. Cores vibrantes x Nude x Azúis fortes, verde água e turquesa;

9. Estampas com movimento (águas, ecológicas e curvas);

10. Fluidez;

11. Flores / estampa liberty;

12. Minimalismo;

13. Romântico;

14. Tecidos memories (tecidos que têm memória! Desamassam facilmente), evidenciando os minerais: ouro, prata e bronze;

15. Seda casual de leve à pesada. Delavadas e as estonadas;

16. Linho amassado, com leve brilho e no jeans;

17. Shape drapeado (olha aí a opção pra quem adora um shape mais coladinho);

18. Vestido tubo;

19. Manga curta e elaborada / Origami na manga;

20. Cintura marcada;

21. Saia lápis;

22. Saia godê (anos 50 e 60);

23. Pantalona;

24. Gancho baixo continua só que desta vez na calça cenoura (e a saruel perde força);

25. Calçados altíssimos e muita madeira.

Imagens: Débora Paes
Montagens: Caçadora de Tendências

As jóias caminham em sentido diametralmente oposto às tendências de moda. À medida em que a moda se atualiza com as tendências, quanto menos tendências de moda são associadas às jóias, mais atuais elas continuam!

O embaixador da H. Stern no Brasil, Christian Hallot, veio a Salvador para palestrar sobre “Os movimentos Art Nouveau e Art Déco na joalheria e na moda” no Barra Fashion Mall. Aproveitei a ocasião para conversar com ele sobre essa relação das “jóias x tendências”.

Christian Hallot palestra sobre "Os movimentos Art Nouveau e Art Déco na joalheria e na moda", no Barra Fashion Mall

Segundo Hallot, o máximo que pode acontecer com as jóias para atualizá-las sem que percam o valor é a tentativa de torná-las um “clássico revisitado”, mantendo sempre a sua atemporalidade (diferente das roupas que freqüentemente saem de moda). Assim, em se tratando de tendências para jóias pode-se falar em aspectos como: mais ouro branco do que ouro amarelo, mais brilhosas, mais foscas, textura, acabamento, aspecto, variação dos metais e das pedras preciosas, que são, ainda assim, tendências de longo prazo. A associação de outros materiais (plumas, palhas, enfim) faz as jóias perderem o seu valor, sendo que, neste caso, Hallot prefere desclassificar esses ornamentos do patamar de jóia.

Outro comparativo com as tendências de moda: quanto mais manufaturada a jóia, mais valor ela tem (enquanto a moda, produzida em larga escala, contribui com a disseminação do desejo do seu uso, fortalecendo determinada tendência).

E o Art Nouveau (1890 – 1918) e o Art Déco (1918 – 1940) não representariam uma “tendência” de busca de referências passadas para o design das jóias?

Christian Hallot afirma que o Art Nouveau e o Art Déco, por mais que tenham surgido em determinado momento do passado, são atemporais, já que, desde que apareceram, estão presentes de algum modo em todas as jóias até os dias de hoje. Daí a importância do contexto histórico para a criação de uma jóia.

Neste caso, por que algumas jóias caem em desuso?  

Complementando o raciocínio, Hallot explica que isso acontece porque tal jóia nasceu sem embasamento histórico, sem conceito. Um design bonito pelo simples prazer do design, sem contexto, ameaça a usabilidade da jóia, pois a empurra para o furacão das tendências de “moda fashion”. 

Porém, como as jóias hoje são de fato um acessório de estilo, e não mais consideradas como “reserva de valor”, como no passado, a estética conta muito e é preciso acompanhar a mulher moderna com um design novo. Assim é importante tecer sobre o processo de criação o “olhar do joalheiro”, dissociado das “tendencinhas mastigadas” de feiras de jóias e incorporado a um contexto muito mais amplo, voltado não só para as jóias em si, como também para as diversas artes: música, dança e arquitetura, por exemplo.

Conclui Hallot que a imersão dos designers no cotidiano dessas inspirações é que vai dar esse olhar novo e influenciado, contribuindo para perpetuar o uso da jóia para além das tendências de “moda fashion”.  

Inspiração embasada: jóias H. Stern inspiradas em Oscar Niemeyer, Diane Von Furstenberg e Grupo Corpo

Acesse o blog Adoro Jóias para saber tudo sobre jóias e outros melhores amigos das mulheres! Além do próprio Christian Hallot, quem também escreve o blog são a Constanza Pascolato, a Renata Ruiz, a Cristiane Peixoto e a querida Roberta Rossetto. Recomendo a leitura!