Posts com Tag ‘Camisa social’

Março é o “mês” da mulher. Desde a revolução feminista (segunda onda), as mulheres têm ganhado cada vez mais espaço no mercado de trabalho, galgando altos postos, mais direitos e também mais responsabilidades. Esse marco histórico abriu espaço para as mulheres da chamada geração X (décadas de 60-80) enfrentar barreiras e conquistar estes campos, antes dominados pelos homens. A ombreira e o terninho foram adotados na tentativa de trazer seriedade, poder e profissionalismo para elas. Daí veio a geração Y (década de 80), que vivenciou o surgimento da internet, das redes sociais, do rompimento de fronteiras globais, marcada pela ambição e pelas possibilidades reais de subir rapidamente na carreira, deixando o mercado de trabalho muito mais dinâmico, muito mais veloz, e a informação, inclusive de moda, começou a se disseminar.

Hoje, gerações X e Y, ambas no mercado de trabalho, são as principais consumidoras das grandes marcas de luxo no universo fashion. E é a elas a quem a moda tem se dirigido nas suas recentes criações e tendências: o Office Vibe. Chega de se igualar ao homem na forma de se vestir para o trabalho. Dá para tornar a roupa de escritório mais feminina? E daí que milhares de estilistas buscam reinventar a camisa social, a alfaiataria, o colete, o blazer. O desfile do Viktor & Rolf (coleção Spring/Summer 2011), em Paris, foi um (dos tantos!) que buscou brincar com este conceito.

A "working girl" é tema dos principais editoriais de moda pelo mundo

E você achando que a camisa social (que tem transitado entre o look do trabalho e da festa) é tendencinha de verão?! Tsc! A camisa é apenas um expoente de toda essa macro-tendência! 

Camisa social em alta - tá se usando até com shortinho.

Mas daí vêm as gerações Z (década de 90) e Alpha (2010 em diante). Os dispositivos móveis, a conexão 24/7, sobrecarga de informação, mais trabalho, mais consumo. Como será a moda para essas gerações? Certamente, ainda mais flexível. Muitas referências serão incorporadas à “roupa do escritório”, bem como o office vibe invadirá a praia e a balada. Isso é o que já estamos vivenciando, ainda engatinhando, mas em breve será disseminado e aceito naturalmente por grande parte da sociedade. É o que já vimos no post sobre o novo jeans, que pode ir até ao escritório, ou no post sobre o blazer que vai à praia. Num mundo onde o escritório está na palma da sua mão (o espaço físico perde a relevância), e a sua disponibilidade é total, estar “pronta” é lei. E esse estar pronta passa a ser flexibilizado: chega de excessos de formalismos, mas também, chega de excessos de informalismo em outras diversas ocasiões da vida. 

Camisa jeans no escritório, já pode?

E para homenagear essas gerações de mulheres que vêm marcando mudanças em diversas áreas do conhecimento, o prêmio Barra Mulher 2011 aconteceu essa semana no Shopping Barra (Salvador), homenageando mulheres baianas de destaque, seja na área jurídica, na moda, nos esportes, no jornalismo, enfim, em diversas áreas, cada uma com a sua contribuição para a sociedade.

Troféu Barra Mulher 2011, criado por Evannez Python. Imagem: Débora Paes

Homenageadas Barra Mulher 2011. Imagem: Débora Paes.

Parabéns para elas! Parabéns para nós!

Anúncios

Ainda faltam uns 5 meses pro verão, então, estamos em tempo!!

Vai:

1. Árido

Entrando no clima quente e seco do Fashion Rio, o São Paulo Fashion Week apostou num esquema árido, cangaceiro, por vezes mesmo o safári entrou em cena. Mas nem sinal das folhagens tropicais. Referências que perpassam nordeste brasileiro, África e Oriente Médio, o foco está voltado para a linha do equador!  O sol vai ser mesmo de rachar..

 

2. Retalhos

Muita textura, muitos tecidos tecnológicos, muita informação e.. o que fazer? Remenda-se tudo! Os retalhos entram em cena como uma forma de usufruir ao máximo tantas referências. É a evolução do mix de texturas – tendência da última temporada da SPFW.

 

3. Navy

O SPFW provou que não é só de listras horizontais azul marinho e branca que se faz um look marinheiro. O uso de referências náuticas tais como cordas, âncoras, amarrações, bem como referências marítimas como um todo (aí entram o cavalo marinho nos colares da Ana Salazar, o efeito wet do Tufi Duek e o look mergulhador da Osklen) garantem um belo verão al mare.

 

4. Bailarina urbana

A tendência bailarina já está forte nas campanhas internacionais, e foi incorporada nas passarelas paulistas. Mas aqui, sem o contra-ponto roqueiro, a idéia é dar urbanidade ao look: um jeans, uma peça de alfaiataria ou uma ankle boot caged atualizam a fashionista moderna. Muita cintura marcada, saias rodadas, tecidos fluidos e esvoaçantes também entram na dança.

 

5. Calças curtas

Verão cruel, de sol escaldante, sertão, deserto, cactos e derivados. Calças curtas são uma boa pedida.

E, assim como a fashion week de Londres (outono-inverno 2010), as calças “especiais” também entram em cena como tendência da SPFW. Ainda tá valendo a máxima de que “a calça é a nova bolsa”.

 

6. Costas nuas

Começou no Fashion Rio esse tititi das costas em evidência, e apareceu também na SPFW e pronto. Dá pra apostar como tendência para o verão.

 

7. Cintura alta + top cropped

Outra vedete forte do circuito de moda. Resta saber se esse visual semi-barriga à mostra vai pegar nas ruas fora dos redutos fashionistas. Essa eu quero ver!

 

8. Macacão

No rio prevalece mais o macaquinho; em sampa, vá de macacão, no máximo capri, para fazer par com a tendencinha calças curtas.

 

9. Alfaiataria

Viva a Paris Fashion Week  inspirando fashionistas e estilistas pelo mundo. A office vibe aqui ganha foco nas camisas, todas desconstruídas e reinventadas para o verão árido. E paletózinho com biquini é novidade interessante para a tendência beach wear de balneário de luxo, para quando a nobre fashionista sair do ambiente solar para ingressar num ambiente climatizado do seu iate.

 

10. Caged

 

Paleta de cores:

Tons pastéis

Fashion Rio, SPFW… o Brasil cansou dos cítricos e neons do verão passado?

Nem tanto. Ainda existe uma aposta no fluo, mas desta vez de forma pontual no look. Bem bom:

E o que bombou da seção mais-do-mesmo: transparência e não-transparência, recortes, flores, assimetria, renda, muita de variados tipos. E a bermuda ciclista sob vestido do Fashion Rio… nem deu as caras!

 

Imagens e Referências:

Chic, Petiscos, FFW, Blog LP, Iesa, Oficina de Estilo, Na Mídia.