Arquivo da categoria ‘Peças’

As lace-up boots estão mais em alta do que nunca. A evolução da sandália gladiador chegou a esse modelo de lace-up open boot, meio bota, meio sandália, meio aberta, meio fechada, amarrada até em cima. E na onda das lace-up boots, vêm as lace-up pants, shirts, dresseseverything.

Lace-up boots em alta

No último desfile da marca Alexander McQueen, em Paris, para o inverno 2011/12, as amarrações apareceram aos montes: nas botinhas, nos vestidos, na barra da saia. E se a bota sobe num lace-up, a saia desce num “lace-down”, e se encontram no meio do caminho. Já pode dar um nó?

As perigosas lace-up pants:

As lace-up pants entram na onda

E vale cadarço e amarração até nas costas do vestido, no detalhe da blusinha, enfim, onde tiver pano sobrando.

Pra se amarrar nessa tendência.

Anúncios

Sempre de olho no Guia JeansWear, nas novidades apresentadas pelos bureaus de tendências e nas self-cool-huntings 😛 , me deparei com as tendências apresentadas para o jeans do verão 2012. Efeito manchado, pesado, vintage, patchwork, militar inspired, desbotados continuam em alta. Aquilo que a gente já tem no armário ou variações que a gente não precisa ter. E camisa jeans, pra quem está todo dia pesquisando moda, vendo fotos e mais fotos de desfiles, campanhas, revistas, já não encanta mais.

Até que vem a revista Flare de janeiro e traz essa capa com 3 modeletes vestindo uma camisa jeans digna de wishlist! Que feitiço é esse?

Analisando novamente as listas de tendências futuras para o jeanswear, dá para filtrar alguns pontos novos como: jeans escuro e sem lavagem; a “Leveza Total” representando um “espírito chique, com cambraias feitas de fios ultrafinos e misturas de seda que realçam a feminilidade de vestidões e tops leves”; o workwear inspired, enfim. Informações que nos permitem retornar o olhar para a capa da Flare e visualizar certo grau de sofisticação naquelas camisas!

Angelo Marani (NYFW S/S 11)

Cèline (Paris S/S 11)

Para complementar, a Ralph Lauren vai lançar em julho uma linha denim de luxo! De trenchcoats a uma releitura do smoking, a coleção é a ratificação de que o denim sobe de patamar, o que lhe permite freqüentar ocasiões e ambientes que antes pareciam inadequados.

Mas sem exageros! Ainda há uma linha tênue entre o que pode e o que não pode em termos de jeans. O jeans vai poder ir ao escritório? E a uma festinha mais formal? Talvez. E sempre fica a ressalva: “mas que tipo de escritório? E que tipo de festinha mais formal?”. Isso significa que haverá ainda certa dificuldade na sua aceitação. O que existe é uma vontade de sofisticar o jeans. Se essa vontade for confirmada através de muitos (muitos, muitos) seguidores, a tendência é a maior aceitabilidade e usabilidade deste novo conceito.

Derek Lam (NYFW S/S 11)

Stella McCartney (Paris S/S 11)

Just Cavalli (Milão S/S 11)

Em todo o caso, subindo o dresscode ou não, está aí uma opção bem interessante para o jeans nosso de cada dia!

DSquared2, Roberto Cavalli e Iceberg (Milão S/S 11)

1. Resumão de tendências da Glória Kalil

2. Poá 3D

3. Vestido longo, manga longa

4. Boca

5. Acessórios

6. Penteados

7. Maquiagem

8. Cores 

9. Pelas ruas

10. Temas

Imagens: reprodução

Se a barra das saias desceu, trazendo saias e vestidos longos para o foco da moda, alguma coisa tinha que subir, nem que fossem as

fendas!

Super fendas!

Para quem quer estar na moda sem deixar de justificar todo aquele esforço sobrenatural que imprime às pernas na hora do leg press na academia fazendo cara feia e tentando superfaturar a contagem do número de repetições. Se tem uma coisa na moda internacional que pega aqui no Brasil é tudo o que está relacionado ao sexy, ao sedutor, corpos em evidência… Porque usar boyfriend jeans, caftans, saruel, calças cenoura é bom até certo ponto. Mas na hora de arrasar o quarteirão, quem quer sair parecendo um saco de batata? Fashionismo exarcebado tem limite! E viva a feminilidade!

Aquilano Rimondi, Blugirl, Dsquared2, Emilio Pucci (Milão, S/S 11)

E o modelo mais celebrado nos editoriais de moda internacionais é do Balmain. Que por mais que a grife seja criticada por mostrar mais-do-mesmo estação pós estação, de uma certa maneira ela acaba ganhando o foco das atenções.

Balmain, como sempre, ditando tendências

Na festa de estréia da novela Insensato Coração teve até protagonista global ostentando a tendência. Alguma dúvida de que vai bombar nas festonas?

Paola Oliveira na festa de Insensato Coração

Vc não leu errado, nem eu digitei errado. Eu realmente não estou me referindo ao ombré hair, que, em se tratando de um blog sobre tendências, is SOOO last season! A bola da vez é o ombré dress!! O conceito é o mesmo: efeito sombreado. Nos vestidos, lembra o Tie Dye, mas não é aleatório como este: é focado numa parte “iluminadora” da nova cor, que geralmente pode começar do meio do vestido para baixo, ou se expandir a partir do meio para os lados. É quase uma “californiana”, mas traz o degradê do ombré! 🙂

Ombré dress no fesfile do Paul Costelloe em Londres - Spring/Summer 2011

 

Blumarine - Milão S/S 11

Lela Rose trouxe o ombré dress em diferentes concepções - NYFW S/S 11

Modelos McQueen e Galliano no eixo Paris S/S 11

E já que a tendência de cabelos do verão foi o ombré highlights, por quê não pensar num ombré highlight dress? Esse novo conceito traz o sombreado para os vestidos a partir de pontos de “brilho” – e não de “cor”. É o caso do Marchesa que a Olivia Wilde usou no Globo de Ouro 2011 (na 1ª foto que ilustra esse post), começando bem forte no topo do vestido e reduzindo o sombreado até o fim.

Ombré "HIGHLIGHTS" dress da Jenny Packham (NYFW S/S 11) - iluminação expansiva a partir do centro do vestido

Modelo da Monique Lhuillier (New York S/S 11)

E você que se jogou FORTÍSSIMAMENTE no ombré hair neste verão e está aí morrendo de medo de se arriscar num ombré dress para não criar um efeito combinei-o-make-com-o-look, heim? Será que vai ficar tão bad assim? Em se tratando de ombré hair, nada melhor do que a ombré-hair-setter Drew Barrymore para fazer esta experiência digna dos caçadores de mitos. Mostra pra gente, Drew:

Drew Barrymore - ombré hair e ombré dress sem medo de ser feliz!

ou seja… VEM GENTE!

Depois da moda militar e da mulher náutica lutarem em muitas batalhas mundo afora, é chegado o seu reconhecimento:

medalhinhas

muitas, de “ouro” e outros penduricalhos dourados espalhados pelas suas roupas. A vitória é merecida e é preciso ostentá-la!

Por outro lado, essas medalhinhas lembram moedinhas de ouro, que lembram baú de tesouro, que lembram… piratas!!! Será que a marinheira ainda está longe de se livrar dessa batalha naval e gritar “terra à vista”? Hein? Hein? Hein?

Por enquanto, é tudo especulação minha. É preciso acompanhar a evolução das tendências para ver onde isso tudo deságua! Enquanto isso, se inspirem nas fotos e aproveitem que é natal para se jogar nos penduricalhos.

Medalhinhas e moedinhas até nos acessórios

A tendência agora é fazer a Cleópatra! As jewel-encrusted clothing, ou roupas com jóias/pedras/colares incrustados, são a materialização mais forte deste conceito.

E já desfilaram esse conceito nas semanas de moda internacionais, desde NY e Paris, até à L´Oreal Melbourne Fashion Festival. Já ostentaram os belos vestidos cleopatra inspired nos tapetes vermelhos, já divulgaram nos editoriais, e já foram vistos até na Bahia! Portanto, falta pouco pra chegar ao seu armário!

E o que Cleópatra representa? Cleópatra é um misto de luxo, poder e sedução, porém permeados pela ambição política. E, à época, Cleópatra queria mesmo era conquistar novas fronteiras! Algo que nos lembra as inspirações náutica, aviadora ou andarilha, da mulher que segue em frente a procura de novos rumos? Só que agora a mulher cleópatra sabe o que quer, tem metas definidas, e segue adiante na conquista dos seus objetivos!

A grande questão está em identificar qual o foco da mulher cleópatra de então: objetivos políticos ou amorosos? Poder e sedução eram duas vertentes presentes na história da audaciosa rainha, e podem estar traduzindo tendências para os tempos atuais também. Em ano de eleição (aqui no Brasil e nos Estados Unidos – Câmara dos Representantes, Senado, dentre outros cargos), faz até sentido pensar pelo ângulo político.

Quer mais um motivo para a tendência cleópatra ganhar força? Em 2011 será rodado o filme Cleópatra 3D, que tem como forte candidata ao papel principal a musa Angelina Jolie! =D