Junto com a tendência Navy, vem a tendência mochileira. “Buscar novos portos” aqui é traduzido para “conseguir carona”. Sair estrada a fora, sem rumo, sem rota, adaptando-se às intempéries, em busca de um lugar (mais uma vez, espera-se) melhor.

A andarilha não tem carro, não tem barco, e vai a pé – e conta com a solidariedade local. Para isso, precisa portar-se do mínimo indispensável na sua mochila, sapatos pesados que lhe permitam caminhar por horas e, apesar de roupas curtas/decotadas que lhe possibilitam respirar sob o sol a pino,  jaquetas e/ou mantas para eventuais rajadas de ar frio (ou de areia) caem muito bem.

Quer incorporar a tendência? Eis algumas das peças que compõem o figurino da andarilha:

– Mochila

– Shorts

– Calças leves

– Sobreposições de peças leves (em especial de leves com pesados – jaqueta sobre top –  ou leves com leves – colete sobre blusinha decotada; quer usar saia? Aposte na tendência “vestidinho sobre bermuda ciclista” para poder caminhar mais à vontade..!)

– Sapato pesado

– Manta/ lenço/ jaqueta

– Cores / estampas neutras

Caminhando contra o vento…

Anúncios
comentários
  1. Dani Freitas disse:

    Ah, eu adoro este estilo caroneira, Arizona, deserto…cores lindas, estilo chique e ao mesmo tempo despachado.
    Lindo!

  2. […] nas alturas, todas as rotas do escapismo fashion foram traçadas: no céu, no mar, na terra… canta Brasil! […]

  3. fazendoamarla disse:

    Oi? Esse post é pra mim? Hahahahha! Super concordo com vc com relação às cores neutras! Só não entendo a regra do sapato pesado…
    O que é mais legal no universo mochileiro são os tecidos tecnológicos, principalmente aqueles de fios de prata, com os quais vc passa vários dias sem trocar de roupa e eles não sujam e nem ficam com cheiro de quem nao tomou banho! Hahahaah!

    • Lucky disse:

      Sapato pesado = tênis, bota e derivados.
      Já que usar uma rasteirinha pra “caminhar por horas a fio” sugere vulnerabilidade para os pézinhos!

      E que bacana esses tecidos tecnológicos! Existem muitos que são próprios pra academia, não é mesmo?
      Bom saber dessa dica para o universo mochileiro! Adorei!!
      =**

  4. […] mesmo era conquistar novas fronteiras! Algo que nos lembra as inspirações náutica, aviadora ou andarilha, da mulher que segue em frente a procura de novos rumos? Só que agora a mulher cleópatra sabe o […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s