The End

Publicado: abril 17, 2011 em Blogs

Anuncio hoje o encerramento das atividades do blog. Simples assim? Simples. E, como não poderia deixar de ser, esse fim dos blogs independentes também é tendência** (clica pra saber, aliás, vale a pena acompanhar o blog todo das meninas do Trapo, é uma boa leitura para quem quer pensar a moda).

**Longe de mim ter qualquer pretensão de me equiparar ao Duo de Luxo e aos outros blogs maravilhosos citados no link. A equiparação aqui é só no tocante à independência, à liberdade de postar sem “amarras comerciais” ou “parcerias”. (E isso também não é uma crítica a quem as faz !)

Vou focar agora na vida off blog. Gostei da experiência de blog, fica como uma vivência extra-curricular. Mas “(…) é preciso fazer escolhas. E entre uma fonte de renda e uma fonte de prazer, adivinha quem sai perdendo?”. Pois então, vou estudar para concurso.

Na verdade, desde as primeiras férias do blog, em dezembro passado, que tentei me organizar para conciliar estudos e blog. Porém, chegou um momento em que a conciliação se tornou impossível: só o fato de pensar em blog me fazia perder o foco dos estudos. Portanto, essa decisão não é da noite para o dia, o fim do blog foi mesmo the last resort! Simplesmente não dá mais, preciso mergulhar de cabeça no meu foco.

Aproveito para deixar um beijo beeeeemmmmmm grande para todos que passaram por aqui, todos que me deram apoio, que acreditaram e investiram na idéia, às amigas blogueiras, à assessoria Santa Clara (Barra Fashion was my fashion dream!), às amigas não blogueiras, a todo mundo do fashion world que me recebeu com o maior carinho, love you all!!!

Deixo meu e-mail para contato, que vai continuar ativo: modatendenciasblog@gmail.com

Para quem segue amando a moda, como eu, quem sabe um dia não montamos um clubinho privê de debates da moda? Tipo clube do livro, sabem? E sem os holofotes dos blogs e sem a alcunha de “encontrinho” (por favor!). Quem topa? Vamos manter contato, meninas (e meninos), e amadurecer a idéia!

Beijo,

Lucky.

 

Alessandra Garattoni veio à Salvador divulgar seu livro It Girls, em evento realizado na noite de ontem na Poire Paradoxus, multimarcas das grifes mais “it” do momento! Partindo do pressuposto de que It Girls são aquelas mulheres que inspiram as outras, seja no jeito de se vestir ou de se comportar, as it girls não deixam de ser trendsetters, ou seja, seguidoras não faltam para impulsionar uma tendência “lançada” por uma garota it.

Portanto, sobre as it girls e sobre a própria Ale, que inspira muitas meninas (cerca de 20.000 que liam o seu blog diariamente), confira a seguir os principais pontos abordados no evento, ou seja, dicas quentes para vc se inspirar:

  • It Girls x Patricinhas

Uma it girl é basicamente aquela garota que “sabe das coisas”. Seja no jeito de se vestir e/ou se portar, ela inspira outras garotas por onde passa. Mas, sendo assim, o que difere uma it girl de uma patricinha? A patricinha é um termo usado de forma pejorativa para aquelas meninas que têm tudo e que não buscam maiores ideais; vivem para o consumo e são alienadas aos assuntos não relacionados à moda/beleza/ e derivados. Já uma it girl, vai além, não é limitada como a patricinha. Ela não precisa estar restrita às futilidades, sendo que, na maioria das vezes, tem uma carreira, busca se desenvolver profissionalmente ou se engajar em outros projetos. Em outras palavras: uma it girl pode eventualmente ser uma patricinha, mas nem todas as patricinhas são it girls.

  • Tendências

Ale Garattoni não gosta de estar muito ligada às tendências “mais fortes”, pois passam rapidamente (a “maldição” do so-last-season, sabem?), preferindo, assim, peças mais clássicas. Por outro lado, ela acha que gostar de tendências é um ponto positivo, se elas te agradam. A “obrigação de não poder gostar das tendências só porque todo mundo gosta” é uma máxima que ela não adota. Gostou, usou, não gostou, não usou.

E qual das tendências atuais você não usaria, Ale? Bota branca! *Ale não curte o visual paquita. #traumadeinfância

  • It girls favoritas

Para Ale Garattoni, Jackie Onassis é o ícone de todos os tempos. Na atualidade, ela elege a Costanza Pascolato.

Jackie O., ícone de todos os tempos, e Costanza Pascolato, ícone da atualidade.

  • Espontaneidade

Espontaneidade é sempre chic. Mas bom senso é fundamental para que a espontaneidade não se torne falta de educação.

  • Democratização da moda

A internet tem facilitado a democratização da moda e isso é maravilhoso. Porém, o problema de “falta de estilo” da mulher brasileira não é a falta de informação, mas a falta de um preço democrático, de uma moda mais acessível. O que falta no Brasil são Topshops e H&Ms, e não estilo

  • Mini wedding

Quem acompanhava o blog It Girls, viu a “cobertura” do seu mini-it-wedding narrada no blog, desde os preparativos até os lugares que ela visitou na lua de mel! Mas afinal, é fácil fazer um mini-it-wedding sem se estressar com a lista fechada e inflexível de 50 convidados? Para Ale Garattoni, é muito mais fácil realizar um casamento íntimo, pois somente a família e os melhores amigos participarão, de modo que os demais “agregados” entenderão a cerimônia reservada. Bem diferente do que ocorre com um casamento grande, onde acontece o típico “se vc chamou um, tem que chamar o outro” e a lista vai aumentando..

*Quer dicas para um it chá de panelas? Clica aqui.

A it bride no dia do seu mini-it-wedding

  • Marcas nacionais favoritas

Mixed, Talie, Thelure, Cris Barros. Aliás, muitas dessas marcas podem ser encontradas na própria Poire Paradoxus.

*A propósito, o vestido que a Ale usava na noite do evento era Talie, porém, de verões passados, como frisou.

  • Estilistas

Coco Chanel é um ícone, se for considerado o contexto de quebra de paradigmas. Mas os novos estilistas americanos também têm chamado atenção, como o Jason Wu (o queridinho de Michelle Obama).

Estilista brasileira: Isabela Capeto. Ale Garattoni trabalhou com Isabela em 2003, e a admira pela sua contribuição para a moda.

  • 5 peças que refletem a personalidade da Alê

1 – Camisa de seda;
2 – Jeans;
3 – Bolsa[sss];
4 – Saia lápis;
5 – Jaqueta.
*Ou seja, invista sempre nos clássicos.
  • Estilo Alê Garattoni

Clássica e louca por acessórios. Um belo e grande anel é uma das suas peças favoritas.

O livro It Girls e o colar It Girls, quem lembra? Esse é meu!! ;o)

  • Wishlist

Se pudesse, um jatinho, para viajar para onde quisesse a hora que quisesse. Viajar é o seu maior desejo de consumo hoje.

Já na categoria moda, figura na sua wishlist a bota abertinha da Chanel, que ela postou recentemente no seu facebook.

Botinha Chanel no topo da wishlist!

  • It girls gordinhas

Se engana quem pensa que it girl é a modelete rica e famosa da vez. As it girls estão em todo lugar, no trabalho, na escola, na vizinhança. É aquela garota que é o máximo porque usa o melhor acessório de todos: a segurança. Portanto, seja gordinha, baixinha, fora do “padrão”, uma pessoa segura de si e que tem aquele brilho a mais (she´s got “it”) pode ser considerada uma it girl.

  • Vício

Coca-cola. Mas se só tiver Pepsi, pode ser? Podeeee! Kelly revelou em off que mais cedo, no almoço, Ale tomou Pepsi! A-ha!! :)

*Pela segunda vez em Salvador (a primeira vez foi no carnaval), Alê almoçou no restaurante Soho com Raquel Casagrande, da Paradoxus, e outras meninas. Dá uma conferida no burburinho que rolou, registrado pelas meninas do Tabuleiro Chic.

  • Crise do não-tenho-o-que-vestir

Ale relata que, de uns 10 anos para cá, esse impulso consumista foi diminuindo cada vez mais, junto com as crises de não saber o que vestir em frente a um guarda-roupa cheio de peças. Se tem a ver com as pesquisas sobre it girls e o “convívio” com looks maravilhosos? Certamente há influência. Verdade é que informação de moda ajuda muito a saber o que comprar e coordenar o que já se tem.

Alessandra Garattoni em noite de autógrafos na Poire Paradoxus, em Salvador

Imagens do evento e do colar: Caçadora de Tendências
Demais imagens: Reprodução

Vermelho é o novo verde militar que foi o novo nude. Mas se vc não quer apostar na tendência da calça-vermelha-restart, há mais opções em diversos segmentos do vestuário. No quesito “óculos”, os de armação vermelha são o hit do momento. Seja escuro ou de grau, a garantia é de um look atualizado.

Vem!

Armação vermelha para todos os gostos

Tem no modelo cat-eye

Tem com estampa de oncinha vermelha

Tem na versão óculos de grau

Tem na campanha da H&M

E tem o look total red. Vai encarar?

Para saber mais tendências de óculos de grau e de sol, tem esse link do Modaspot, com dicas do bureau de tendências StyleSight.

Não da década de 80, que fique bem claro! O cabelão de agora tem volume, mas é assentado, volume programado no lugar certo! A edição de abril da revista Allure trouxe esse editorial intitulado Pump it Up, onde o Big Hair é a estrela da vez. Do penteado Beyoncé que fez o maior sucesso no ano passado, à novidade dos bumpits, o topetinho, o cocuruto elevado, o cabelo com textura, todos apontam para a tendência do

Cabelo Volumoso de Diva

E volume é poder. E poder, pelo visto, é macro-tendência.

O rabo-de-cavalo volumoso da modelete Kendra Spears

Cabelo "despenteado", com textura, garante um visual mais sexy

Spray fixador para o topete

 E vale tanto para o liso quanto para o encaracolado-rastafári-rock n´roll. A idéia é tirar a freneticidade oitentista e manter o volume controlado.

Tranquilidade na cabeça?

Imagens: Fashion Gone Rogue

As lace-up boots estão mais em alta do que nunca. A evolução da sandália gladiador chegou a esse modelo de lace-up open boot, meio bota, meio sandália, meio aberta, meio fechada, amarrada até em cima. E na onda das lace-up boots, vêm as lace-up pants, shirts, dresseseverything.

Lace-up boots em alta

No último desfile da marca Alexander McQueen, em Paris, para o inverno 2011/12, as amarrações apareceram aos montes: nas botinhas, nos vestidos, na barra da saia. E se a bota sobe num lace-up, a saia desce num “lace-down”, e se encontram no meio do caminho. Já pode dar um nó?

As perigosas lace-up pants:

As lace-up pants entram na onda

E vale cadarço e amarração até nas costas do vestido, no detalhe da blusinha, enfim, onde tiver pano sobrando.

Pra se amarrar nessa tendência.

Beauté de Ouro

Publicado: março 29, 2011 em Make-up
Tags:, , , , , , ,

Não é de hoje que o douradão está em alta no mundo da moda! Daí que essa semana recebi essa caixinha dourada reluzente que ofuscou a minha visão. Trend alert?

Caixinha dourada da Avon. É muito ouro!!

Era a apresentação promocional da nova coleção de maquiagem Ouro 24k da Avon. Como também já sabemos, tendências são transcendentes, não se limitando às roupas, na maioria das vezes. Veja o caso do nude, veja o caso dos perfumes, e agora também na maquiagem! O ouro do fashion world invadiu o beauty world.

Coleção Ouro 24k

Batom golden pink e o gloss de ouro!

Quarteto de sombras ouro cintilantes

Pra se cobrir de ouro!

Março é o “mês” da mulher. Desde a revolução feminista (segunda onda), as mulheres têm ganhado cada vez mais espaço no mercado de trabalho, galgando altos postos, mais direitos e também mais responsabilidades. Esse marco histórico abriu espaço para as mulheres da chamada geração X (décadas de 60-80) enfrentar barreiras e conquistar estes campos, antes dominados pelos homens. A ombreira e o terninho foram adotados na tentativa de trazer seriedade, poder e profissionalismo para elas. Daí veio a geração Y (década de 80), que vivenciou o surgimento da internet, das redes sociais, do rompimento de fronteiras globais, marcada pela ambição e pelas possibilidades reais de subir rapidamente na carreira, deixando o mercado de trabalho muito mais dinâmico, muito mais veloz, e a informação, inclusive de moda, começou a se disseminar.

Hoje, gerações X e Y, ambas no mercado de trabalho, são as principais consumidoras das grandes marcas de luxo no universo fashion. E é a elas a quem a moda tem se dirigido nas suas recentes criações e tendências: o Office Vibe. Chega de se igualar ao homem na forma de se vestir para o trabalho. Dá para tornar a roupa de escritório mais feminina? E daí que milhares de estilistas buscam reinventar a camisa social, a alfaiataria, o colete, o blazer. O desfile do Viktor & Rolf (coleção Spring/Summer 2011), em Paris, foi um (dos tantos!) que buscou brincar com este conceito.

A "working girl" é tema dos principais editoriais de moda pelo mundo

E você achando que a camisa social (que tem transitado entre o look do trabalho e da festa) é tendencinha de verão?! Tsc! A camisa é apenas um expoente de toda essa macro-tendência! 

Camisa social em alta - tá se usando até com shortinho.

Mas daí vêm as gerações Z (década de 90) e Alpha (2010 em diante). Os dispositivos móveis, a conexão 24/7, sobrecarga de informação, mais trabalho, mais consumo. Como será a moda para essas gerações? Certamente, ainda mais flexível. Muitas referências serão incorporadas à “roupa do escritório”, bem como o office vibe invadirá a praia e a balada. Isso é o que já estamos vivenciando, ainda engatinhando, mas em breve será disseminado e aceito naturalmente por grande parte da sociedade. É o que já vimos no post sobre o novo jeans, que pode ir até ao escritório, ou no post sobre o blazer que vai à praia. Num mundo onde o escritório está na palma da sua mão (o espaço físico perde a relevância), e a sua disponibilidade é total, estar “pronta” é lei. E esse estar pronta passa a ser flexibilizado: chega de excessos de formalismos, mas também, chega de excessos de informalismo em outras diversas ocasiões da vida. 

Camisa jeans no escritório, já pode?

E para homenagear essas gerações de mulheres que vêm marcando mudanças em diversas áreas do conhecimento, o prêmio Barra Mulher 2011 aconteceu essa semana no Shopping Barra (Salvador), homenageando mulheres baianas de destaque, seja na área jurídica, na moda, nos esportes, no jornalismo, enfim, em diversas áreas, cada uma com a sua contribuição para a sociedade.

Troféu Barra Mulher 2011, criado por Evannez Python. Imagem: Débora Paes

Homenageadas Barra Mulher 2011. Imagem: Débora Paes.

Parabéns para elas! Parabéns para nós!